domingo, 5 de abril de 2015

Escolhas, medos e incertezas

Aos 20 e poucos anos, não sei o que a vida me reserva. Gostaria de poder dizer-vos que vou viver muitos anos rodeada da minha família, que vou ter saúde, que vou conseguir fazer uma carreira da qual goste e onde tenha estabilidade e boas condições. Adorava poder dizer-vos se e quando vou casar, comprar uma casa, ter filhos. Pagaria para poder evitar doenças para mim e para os meus familiares, mortes de entes queridos, acidentes de percurso, despedimentos e insucessos profissionais. Porém, infelizmente, todos os planos a médio e longo prazo não se combinam. O azar e a sorte acontecem, e, sobretudo, fazem-se escolhas


Não sabemos onde nos conduzem e se serão as melhores escolhas, mas quando as fazemos temos de confiar em nós próprios. Acreditar que estamos a tomar a melhor decisão possível dadas as perspectivas, mas também que enquanto houver vida, poderemos sempre corrigir-nos, melhorar-nos, ter a oportunidade de voltar a fazer escolhas melhores no futuro. E, entretanto, não deixar que os nossos medos condicionem as nossas escolhas. Por muito que façamos, que nos escondamos, que deixemos de viver, a vida será sempre incerta

E este é o meu desabafo da semana, que condensa muitas horas de reflexão e pouco define. Porque esta foi uma semana de escolhas, medos e incertezas. A Rita fit há-de voltar. 

 Um beijinho e boa semana a todas,´

Rita

1 comentário:

Gosto muito dos vossos comentários! O vosso apoio é importante para mim ;)