segunda-feira, 23 de março de 2015

Procura-se Tempo

Olá a todas!

Finalmente consegui ter tempo para escrever! Esta semana gostava que os dias tivessem tido 48 em vez de 24 horas, para ter conseguido fazer tudo aquilo que queria e sentir-me organizada. Não foi assim, e andei exausta desde 2ª Feira. Profissionalmente, esta foi uma semana muito exigente, em que trabalhei muito e em diferentes projectos. Comecei a trabalhar meia hora mais cedo que o costume e cheguei sempre tarde a casa. Adicionem a isto o facto de estar a conciliar o meu trabalho com um um projecto de investigação, com um prazo de entrega em Maio, e podem compreender melhor o stress em que andei. Não é nada fácil ter disponibilidade mental e física para dois trabalhos em simultâneo, sobretudo dois que exigem tanta dedicação, espírito crítico e trabalho! Pessoalmente, foi uma semana de despedidas de duas amigas que vão partir para fora do país (uma para trabalhar, outra para ajudar a família), o que me deixou saudosa e ligeiramente tristonha. Até porque durante os eventos de despedida destas amigas, conversa puxa conversa e lá sabemos de mais outro amigo que vai partir, e outro que quer partir...é uma das consequências de viver num país que não oferece as melhores oportunidades para os jovens. 

Entretanto, a nível de saúde, tive algumas preocupações. Desde há um ano que ando com algumas complicações gastrointestinais (prefiro não entrar em pormenores), que entretanto se têm agudizado progressivamente, ao ponto de serem insustentáveis. Nos últimos meses o impacto destas complicações na minha vida pessoal e profissional tem sido tão negativo que fui esta semana consultar uma médica especializada, com o apoio de todas as minhas pessoas queridas. Estou por diagnosticar ainda, e devo fazer análises e exames até final deste mês para excluir patologias graves. Até perceber melhor o que se passa comigo, a médica aconselhou-me a ter alguns cuidados com a alimentação, nomeadamente:
  • Reduzir o gluten, não o evitando completamente;
  • Não ingerir lactose;
  • Evitar todos os açúcares com excepção da sucrose, glucose e stévia, ou seja, cortar com o alimentos ricos em frutose (a não ser que sejam combinados com muita glicose, como a banana, mirtilos, kiwis e afins), polióis (sorbitol, manitol, xylitol, maltitol, isomalte e afins) e oligosacarídeos (grãos, feijões, e vegetais como as couves de bruxelas, couves e cogumelos)
  • Evitar o bacalhau (tende a agravar as patologias gastrointestinais que tenho).
Um dia gostava de partilhar convosco a lista completa do que devo comer e evitar, mas, para já, é importante que saibam que a ausência de determinados ingredientes na minha alimentação se deve bastante a estas restrições. Não vou levar as orientações ao extremo até perceber o que tenho - por exemplo, se tiver um convite para jantar fora, tento ser "normal", mas tenho de fazer alguns sacrifícios. 

Para além das questões relacionadas com saúde, eu também quero perder peso! Sobretudo, quero perder massa gorda e transformá-la em músculo. Assim sendo, repensei um bocadinho a minha alimentação e plano de treinos nos últimos dias. As minhas grandes decisões foram:
  • Não comprar mais caixas de iogurtes de soja grandes (acabaram-se os sabores de côco e amêndoa :P) - sendo eu uma rapariga com pouca força de vontade, acabo a comer em dois dias a quantidade que devia comer em quatro;
  • Evitar batata doce - é um hidrato de carbono muito saudável, mas como a andava a comer em doses enormes e com muito sal, andava a engordar-me e a causar retenção de líquidos;
  • Substituir mais vezes o queijo limiano por fiambre, de forma a reduzir a quantidade de gordura ingerida;
  • Dar preferência ao peixe branco quando for comer fora;
  • Comer um iogurte de soja com stévia de sobremesa, em vez de atacar a cozinha quando ninguém vê;
  • Não comprar bolachas de milho e arroz em pacotes grandes e preferir pacotes pequenos- nos pacotes grandes, a tentação de ir comendo bolacha atrás de bolacha é enorme;
  • Substituir uma refeição pelo meu "momento guloso" da semana - sempre são menos calorias ingeridas;
  • Intercalar as aulas de musculação que já fazia com aulas de cardio, para queimar mais gordura.
Durante a semana, acho que me portei bem a cumprir estes pequenos objectivos alimentares e de exercício. Os resultados viram-se na balança este Sábado: pesava 58 Kg, menos 1 Kg que na semana anterior. É verdade que o fim da TPM ajudou, mas, psicologicamente, sinto que as mudanças foram positivas e para melhor.

Não tenho muito mais tempo, e infelizmente também não poderei fazer-vos as visitinhas de que tanto gosto, mas deixo-vos algumas imagens da semana (houve muitos dias em que me esqueci totalmente, mas enfim):

Pequenos-Almoços

Incluíram corn flakes sem glúten com iogurtes de soja (e whey nos dias em que ia treinar a seguir, ou seja, no fim-de-semana) e, em dois dias, overnight oats de aveia sem glúten com banana, iogurte de soja e leite de soja.


Almoços


 Lanchinhos:


Jantares:


Um beijinho a todas e boa semana!

Rita

1 comentário:

  1. Às vezes há semanas que parecem uma tempestade de areia, não se vê para trás nem para a frente... O cansaço mental conjugado com o físico torna-se exasperante. Mas se forem alternados até ajuda, às vezes estudo e depois vou correr e até é agradável :P
    Despedidas são horríveis, fico sempre com um sentimento de nostalgia.
    Eu lembro-me de falares de problemas desse género há uns tempos, até acho que remediaste com frutos tropicais como a papaia, se bem me lembro... Pena que persistam, é muito chato :/ A minha avó tem esses problemas e eu queria que ela fizesse o whole30, para ver se ajudava (às vezes há relatos do género), mas ela recusou-se terminantemente :P
    Nunca tive dessas restrições específicas por razões de saúde, deve ser frustrante. Mas o mais importante é o bem-estar :)
    Hah, logo tu que adoravas os iogurtes :P Eu quando comia desses "racionava", usava sempre 1/4 de cada vez. De qualquer maneira, os pequenos não são muito mais caros... E pessoalmente, até gosto mais de comer de embalagens individuais :) Mas, se bem me lembro, não há desses sabores em pacotes individuais... O que é chato :P
    Eu ando a gostar de batata-doce! E, claro, como outras fontes de HC acho que, querendo perder peso, fazes bem em cortar... Moderadamente :)
    Eu gosto bastante de peixe branco, mas vario sempre :)
    Iogurte com stevia é bom? Eu acho que stevia tem um sabor estranho :/
    Normalmente não como as bolachas diretamente do pacote porque as como com queijo fresco ou assim. As de milho são mais viciantes, mas mesmo assim não são de me viciar. Peanut butter, on the other hand... :P
    Adoro as colheres nos teus pequenos-almoços :D Esse frasquinho verde já é conhecido dos teus leitores :P
    Hmmm agora apetece-me salmão :) Os teus almoços tem imenso bom aspeto :)
    Esses iogurtes-sobremesa da alpro soya são engraçados, mas sabem-me todos um bocado ao mesmo. Não que não sejam bons, mas uma vez provei uns de spéculoos e sabiam só a caramelo... :P Também acho que só provei esses dois. Baunilha soa bastante bem, e chocolate negro também :) Há uns da marca do continente de soja de baunilha mesmo bons, não costumo comer mas têm um sabor muito agradável :)
    Não sei se já provei iogurtes da alpro com sabores! Mas de mirtilo tenho ideia que sim... Parecem-me bem :)
    Adoro massa com marisco, a minha avó faz uma mesmo boa :)

    ResponderEliminar

Gosto muito dos vossos comentários! O vosso apoio é importante para mim ;)