terça-feira, 13 de agosto de 2013

Nova York, Parte I - Alimentação!

Olá meninas!

Muito obrigada pelo acolhimento no regresso ao blog, e pelo vosso interesse na viagem a NY! Como este blog é dedicado a alimentação saudável e exercício físico, decidi que vos ia falar neste post sobre a minha alimentação enquanto lá estive, e só no próximo dos locais que visitei. Vocês são um público especial...e acho que vão desfrutar destas fotos! Vamos então ver comidinhas com método:

Pequenos-almoços
Em NY os hotéis são bastante caros, sobretudo quando ficam localizados em zonas centrais, como era o caso do meu, em Times Square. O preço por quarto não costuma incluir pequeno-almoço, e isto aconteceu no meu caso. Para poder tomar o pequeno almoço no hotel,  pagava-se cerca de 20 euros por pessoa, um preço (super) exagerado. Resultado? A família decidiu que o pequeno-almoço no hotel estava fora de questão, e fomos à aventura! Não fomos nada mal sucedidos nesta opção. Em NY há imensas lojas (mesmo muitas) que servem pequenos-almoços abundantes por preços baratíssimos, e as opções são imensas! Sei lá...havia smothies, bagels, sandes, omeletes com ovos inteiros ou só claras (que vinham com batatas fritas e torradas logo de manhã :P), cereais, barras de cereais, fruta em buffet, frutos secos em buffet. As opções de bebidas também eram imensas, desde o indispensável café americano a iogurtes de todas as marcas e feitios, leites, sumos, chás, batidos...Fiquei a adorar tomar o pequeno-almoço em NY, e embora escolhesse quase sempre o mesmo, entrar nas lojas e ver os produtos era também super especial!

E qual era esta minha escolha? Os cereais que se vendiam em porções individuais (de 30 a 40 gramas), pelos quais fiquei "apaixonada"! Havia marcas que não tinham nada a ver com as portuguesas, e os cereais, quase todos, eram de aveia, e não de trigo! Fiquei especialmente fã da marca Kashi, e comi a variedade de cereais Heart to Heart quase todos os dias...mas também experimentei Cheerios americanos (nada a ver com os portugueses, muito menos açúcarados e melhores) e Raisin Bran (tipo All-Bran com passas - estes achei que tinham demasiado açúcar). Quanto ao leite, para os intolerantes à lactose a única marca que havia era a Silk, que tinha leite de amêndoa com baunilha ou chocolate e leite de soja simples ou de chocolate. O leite com chocolate enjoa-me (seja de amêndoa ou soja) e não gostei por aí além do leite de soja, mas....o leite de amêndoa com baunilha era de beber e chorar por mais. Foi a minha escolha todos os dias, excepto quando experimentei o tal de soja de que não gostei. Olhem só as fotos:

O meu primeiro PA de cereais Kashi e leite de amêndoa com baunilha foi MÁGICO...estes cereais e este leite eram tãaaao bons! Nada o conseguiu bater durante a viagem, e eu ia repeti-lo muitas vezes.

Eu a deliciar-me com o meu PA favorito, outra vez.

Uma tentativa de Cheerios. Achei-os bem melhores que os portugueses, mas não batiam os meus Kashi Heart to Health.

Um certo dia experimentei estes Raisin Bran Crunch, que tinham mais calorias que os outros, e por isso pensei que seriam melhores). Nada disso! As calorias extras deviam vir do açúcar excessivo, e o sabor era super enjoativo...só se aproveitavam as passas.

Almoços
Bem...a variedade de sítios onde almocei em NY foi tão grande, que acho que o melhor é mostrar-vos algumas fotos legendadas. Houve sítios em que não tirei foto, ou por não valer a pena, ou por estar, literalmente, esfomeada. Entre estes, a Subway (comi metade de uma sandes "gigante" com bacon, salami e fiambre e não gostei) e mais uma loja buffet (onde estava esfomeada, e comi peru recheado, tofu e muiiiitos legumes). 
O primeiro almoço, numa loja de comida buffet (Duke). Estas lojas são muito comuns lá ao almoço. Há imensos pratos quentes e frios, saladas, sushi, massas e grelhados em buffet ou a serem feitos, colocam-se uma certa quantidade nestas caixas de plástico e paga-se ao peso. Aqui temos do lado esquerdo a escolha da minha irmã (frango com arroz) e no centro a minha (já vos explico).

O meu almoço do primeiro dia. Pus nesta caixa frango no forno e muitos legumes, como beringelas, tomates grelhados e frango grelhados. Estava com medo de comer a mais, por isso pus pouco na caixa...resultado: tive de ir repetir! Portanto, houve duas caixas destas só para mim. Digo-vos só: as beringelas e os cogumelos grelhados eram divinais!

Este almoço foi no Metropolitan Museum (MET), mais uma vez num sítio tipo buffet, em que se pagava ao peso. Este é o maior museu do mundo, e nós estivemos lá desde as 9h/10h até as 17h, portanto tivemos de almoçar por lá. Comi frango no forno (duas coxas) com brócolos, tomates cherries grelhados e pimento amarelo grelhado. Muito bom, e só não repeti porque era super caro! Tinha alguma fome que não foi satisfeita neste dia :D

Almoço em restaurante tailandês, no bairro Hell's Kitchen. Pedi Pad Thai Rice com galinha (acho que era este o nome), e veio esta massa de arroz com rebentos de soja, galinha, tofu, ovo e alguns legumes não identificados. Estava divinal, no meu prato não sobrou nada. E sim, comi carbs! Eu que estou sempre a fugir aos hidratos de carbono, não resisti a esta massa de arroz. E fiz bem, pelos vistos :) (deliciei-me e nem engordei no fim da viagem, hahahaha).

Este foi um almoço num restaurante japonês...aqui têm o prato que a minha mãe e pai pediram, chicken curry. Eles adoraram, e são bem aversos a restaurantes japoneses. Eu provei a galinha e confirmo: estava óptimo.

Este foi o meu prato nesse restaurante japonês, chamava-se Hiyashi "qualquer coisa". Vinha com noodles frios, frango, meio-ovo, tomate, cogumelos, rebentos de soja e algas. Comi tudo, massa incluída :D E ainda tirei os legumes do prato da minha irmã (que está em baixo) e o meio-ovo dela :D

O prato da minha irmã, muito parecido ao meu, mas quente (com uma espécie de sopa). Eu ajudei-a a acabar. Adorei este almoço.
Lanches
Quase não havia. Não houve tempo! No primeiro dia ainda nos sentámos numa das lojas que vendiam tudo e bebi leite de soja com cereais Kashi, mas nos restantes dias...não deu tempo. Visitávamos muitas coisas de manhã, almoçávamos tardíssimo (entre as 14/15/16h), visitávamos mais um monte de sítios à tarde e fazíamos um longo percurso a pé ou de camioneta/metro para o hotel. Só umas fotos de refeições que não considero bem lanches:
Uma barrinha Cliff de manteiga de amendoim que lanchei no avião de regresso. Era uma barrinha de desporto, com  bastante proteína (10 gramas) e calorias (240!), mas era enorme e deliciosa. Como não sou grande fã de comida de avião, fiquei contente de a ter comprado e comido :P

Este bolinho foi um pós de almoço pedido pela minha mãe. Bebi um café gelado, que adoro e já não bebia desde que fui a Londres. Tão bom! 

Outra perspectiva do bolo e do café gelado. Chávena mesmo à americana, com palhinha e tudo :)
Jantares
Nem sempre correram bem, sobretudo nos primeiros dias! Parecia que não havia nada para além de restaurantes caríssimos, pizza fast food ou Mac Donald's em NY. As lojas de buffet, tão populares à noite, não funcionam de dia. Chegámos a comer sandes de supermercado congeladas, dada a falta de restaurantes! No final, lá os encontrámos no bairro Hell's Kitchen, e a felicidade de jantar em família foi reencontrada. Aqui ficam as fotos dos melhores (não por ordem):
Este "seria" o meu jantar num restaurante chinês com comida típica de Sichuan, que era espectacular. Não foi porque a minha irmã se apoderou do prato, e tivemos de trocar as escolhas todas! Eu acabei a comer estes brócolos com molho de soja, arroz chau chau que até tinha frango, camarão e ovo e um pato assado delicioso (e enorme). Adorei, e fiquei tão viciada na minha escolha que nem me lembrei de tirar nova foto.

Este "seria" o prato da minha irmã nesse restaurante chinês, mas como ela não gostou, foi para o meu pai (que gostou). Era galinha frita com molho doce e sementes de sésamo. Provei e gostei, mas o pato, os brócolos e o arroz chau chau especial eram melhores. 

Este foi o jantar do primeiro dia, quando ainda andávamos perdidos na escolha de restaurantes e fomos, pela única vez, a um restaurante caro. Era salmão grelhado com arroz e courgettes e tomates grelhados. O salmão era bom, mas o português é melhor. Não comi os legumes, mas comi estes legumes a triplicar - também estavam nos pratos do meu pai e da minha irmã, e eles não quiseram...mais sobrou!

Este sushi, de um restaurante japonês que tinha a comida feita à nossa frente e espetáculos enquanto comíamos, foi o melhor que comi na vida. Tinha 6 peças com atum e 6 com muitas delícias do mar e abacate. Desfazia-se na boca, e acho que isto tinha a ver com a qualidade dos ingredientes e com a quantidade de proteína (bem maior que jamais vi em sushi). 


Nesse restaurante japonês ainda, a minha irmã e eu participámos no espetáculo, por isso ofereceram à nossa mesa esta sobremesa aos 4. Eram dois mochi, um com chá verde e o outro de amendoim. Sem dúvida, os melhores que já comi (sim, não me fiz rogada e aproveitei) !!!

Este foi o nosso último jantar, num restaurante italiano. Não costumo comer massa, mas dado o que andávamos, a falta de lanche, e o bom que isto estava, abri uma excepção...e comi tudo. Era penne com frango, brócolos e molho de tomate e tomates secos. Delicioso! Tanto tanto que ainda fui buscar o tomate seco e os brócolos da minha irmã (ela não os come :P).
Souvenirs
Apesar de muitos acharem que NY=Fashion, moda, estilo e compras, nós não trouxemos nada desse género para Portugal. O que vivemos, e que espero que fique nas nossas memórias (e foto), foi a nossa maior prenda. Houve também algumas prendinhas para a família (e namorado, amigos), mas sobretudo chocolates (Hersheys!!!!) e afins. Quanto a nós, cada um trouxe um souvenir (barato) e que considerou especial. O meu? Comida, pois claro! Trouxe os tais cereais da Kashi Heart to Heart (que já acabei, incrível, não é?) e duas enormes caixas de papas de aveia Quaker (Maple Syrup e Fruit&Cream) que estou a deixar para o Outono/Inverno (vão saber tão bem!!!). Ás vezes, dava mesmo jeito poder ir a NY comprar a minha alimentação!
Os meus Kahi Heart to Health. Já os acabei, e ainda nem uma semana passou desde que regressei :D

Assim era a caixa que comprei.

E estas são as quaker que esperam por mim!
Fico por aqui. Espero que tenham gostado deste "resumão"!
Beijinhos a todas!

9 comentários:

  1. Que tanto de coisa gostosa! Ai ai. Nunca tomei leite de amêndoas, é bom assim?! Hehehe eu não sou fã de leite. Cereal também não é uma coisa presente no meu dia a dia. Mas to aprendendo a colocar. Mas como com frutas, exatamente por não gostar de leite.

    Eu preciso viajar, e regressar a Portugal, porque também tem cozinhas deliciosas por aí! Bateu uma fominha e uma saudade! kkkk

    Beijo querida

    ResponderEliminar
  2. Lindos pratos, Rita!
    Sabia que teria muitas opções aos inves das tradicionais refeições americanas ricas em gorduras e calorias.
    Parabens pelas boas escolhas.

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Que coisas tão fantasticasss :D
    Gostava imenso de experimentar esses cereais parecem muito bons haha :D
    Gostava de ir a NY, e pareces ter adorado :D
    respondendo ao teu comentário em relação ao peso quando vim de ferias perdi 1kg, mas eventualmente foi massa muscular, mas "caguei" para esse resultado e ando a dar no duro no ginásio até começarem as aulas, até porque vou ter que deixar novamente este ginásio que tanto adoro :)

    ResponderEliminar
  4. AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!
    Nem sei por onde olho oh Rita.. = DDDD
    Nunca ouvi falar nesses cereais da kashi lala.. Pelos vistos é delicioso hihih
    Olha nem sei o que dizer.. muito fixe, adorei o teu relato :)

    Beijosssssss

    ResponderEliminar
  5. Que pratos lindos! Adorei os cereais! Parabéns pelas escolhas e por manter a linha durante a viagem!

    ResponderEliminar
  6. Ei!
    simplesmente adorei a primeira parte da viagem contando sobre a alimentação!!!!! você se saiu muito bem mesmo em relação às comidas!!!! já eu, quando fui em NY, praticamente só comi comidas engordativas e por isso engordei bastante...
    agora quero ver a segunda parte contando sobre a viagem! e se possível com fotos!!! adoro!
    bjos

    ResponderEliminar
  7. Wow....NY é de facto a minha cidade de sonho.
    O mais engraçado é que afinal os restaurantes lá têm mil opções e mais saudáveis que em Portugal. Frango e legumes assim salteados num buffet, em Portugal não encontras. Só coisas com molhanga

    ResponderEliminar
  8. Com tanto pecado em NY, as tuas escolhas alimentares não estiveram nada mal! :) És a prova de que se pode comer de forma saudável e saborosa fora do país. Tem tudo um aspecto fabuloso, fiquei cheia de vontade de experimentar tudo :)
    beijinho*

    ResponderEliminar
  9. Como comentar este fantástico relatoo?? acho que estiveste muito bem! Provaste coisas novas sem cometer muitos pecados! Na minha última viagem fui com algum receio sobre o que ia comer por lá... mas há alturas em que são mesmo "oportunidades" e não sabemos quando vamos voltar a esse sitio :) achei engraçado trazeres cereais para casa lool quando fui a praga sabes o que trouxe? papas de aveia instantâneas de chocolate, castanhas do Brasil (super baratas) e chá verde, como vez, tens aqui muitas pessoas que te compreendem eheh :P beijinhosss*

    ResponderEliminar

Gosto muito dos vossos comentários! O vosso apoio é importante para mim ;)