sábado, 13 de julho de 2013

O que alcancei #1

Olá meninas! Estão boas?

Esta semana o meu peso manteve-se estável nos 57 Kg. Parece que tenho muita facilidade em fazer a manutenção deste peso, pois tirando ligeiras flutuações, estou com 57 Kg deste 7 de Abril, há mais de 3 meses. Não planeio alterar a minha alimentação ou o meu plano de exercícios nos próximos tempos para tentar o meu peso meta, os 56,5 Kg. Gosto de comer da forma que como, e não tenho capacidade para fazer mais desporto sem me fartar ou sentir demasiado cansada. Portanto, vou continuar a fazer o mesmo de sempre, e se por acaso chegar aos 56,5 Kg, melhor. Mas já estou bem feliz assim. Gosto de mim e do que alcancei. Tenho orgulho por ter tido a coragem de mudar, e, sobretudo, não desistir. A minha relação com a comida e com exercício mudou totalmente, e sou uma pessoa bem mais feliz agora.
Novo estilo de vida :D
Já há muito tempo que tenho pensado naquilo que mudei desde que comecei este blog, no dia 7 de Outubro de 2012. Sobretudo porque ainda tenho o Verão passado muito presente, em que passava as férias a comer gelados às escondidas, como almoço e como jantar, e sentia "vergonha" do meu corpo na praia. Estou mesmo muito diferente, e é tão difícil falar de tudo o que mudei (e que me passa pela cabeça) que vou fazer uma listinha (que talvez continue noutro dia, quando ainda houver mais mudanças):
  • Já não tenho compulsões alimentares: Não imaginam as vezes em que o meu almoço eram caixas de gelados, caixas de flocos, chocolates e bolachas no ano passado. Não tinha controlo sobre o que comia, em que quantidade, e em que altura. Estraguei muitas refeições com companhia e eventos sociais por causa de comer descontroladamente antes. Já para não falar que a minha auto-estima depois das compulsões era bastante baixa. 
  • Não tenho vergonha do meu corpo, gosto de ir à praia e às compras: O ano passado, usava fato de banho e evitava certas posições na praia. Pensava constantemente nas minhas banhas, e comparava-me várias vezes com as outras raparigas da minha idade. Tinha saudades do que tinha sido no passado. Nem as compras, que todas as mulheres adoram, eram um prazer: nos provadores, ficava desanimada com os meus pneus, a celulite, a forma como as roupas me assentavam. Tudo isso mudou, e agora sinto-me auto-confiante na praia e gosto de ir às compras. 
  • Não faço desporto para me livrar das calorias que consumi, e muito menos em jejum: Houve tantas vezes em que fiz natação por me sentir "culpada" do que tinha comido, e fui para a piscina em jejum. Para além de má vontade, na maioria das vezes sentia-me fraca e cheia de caimbras (por não ter comido antes, ou ter comido mal). Actualmente, faço desporto por gosto e para ter resultados (de tonificação e ganho de massa muscular). Alimento-me bem, dou o meu máximo em cada sessão, e adoro fazer exercício. Para além disso, finalmente tenho resultados, e não estou meramente a fazer expiação dos meus pecados. 
  • Cozinho, e com prazer!: Eu era uma viciada em refeições congeladas, sobretudo do Pingo Doce. Comia sem saber o que comia. E quase sempre o mesmo. Agora, adoro experimentar. Seja ao pequeno-almoço, ao almoço ou ao lanche, tenho prazer em cozinhar e em comer o que faço. E, se tiver de cozinhar para outros, melhor ainda!
  • Não sou dependente do açúcar, e estou cada vez menos dependente do adoçante: Eu era aquela pessoa que usava açúcar ou adoçante no café (e tomava 2 ou 3 por dia), nas papas de aveia, até como sobremesa. Comia pastilhas sem açúcar como se não houvesse amanhã e não resistia aos doces. Actualmente, não ponho açúcar nem adoçante em nada. Só não sou natural porque ainda não resisto às pastilhas sem açúcar. Mas lá chegarei, prometo. Quem fez tantos progressos há-de conseguir esse também. Ainda há uns meses me parecia impossível beber café sem nada, e agora...é completamente normal. 
    • Não comia fruta:  Eu achava que a fruta engordava, porque eram calorias a mais na minha alimentação. Preferia as bolachinhas e afins. Agora, sou uma viciada em fruta. E faz tão bem!
    • Não abuso do azeite e de outros molhos: No ano passado, mesmo quando comia refeições saudáveis, temperava com azeite e molhos de uma forma exagerada. Como boa gordinha, achava que a refeição era pouco calórica, e aquelas colheres de molho "não faziam mal". Uma simples salada de alface ficava com mais calorias que duas ou três peças de fruta. Agora...não tempero quase nada. E, quando o faço, tenho moderação, e consciência do que estou a fazer. 
    • Não penso que uma caloria é uma caloria: Já depois de ter iniciado o blog, houve momentos em que o que me interessava era contar as calorias. Mesmo que viessem de alimentos extremamente gordurosos, como os fritos, não me interessava. Só queria saber do meu limite calórico. Fiz dietas parvas (como a detox Wetabix) embuída deste espírito. Agora, tenho atenção ao que como, e procuro fazer um balanço apropriada entre proteínas, hidratos de carbono e gorduras (boas). Aprendi muito, e muito mais irei aprender. Sei as consequências de dietas desiquilibradas (algumas sentia-as na pele), e não quero voltar a tê-las. Quero ter saúde, e maximizar os meus resultados no ginásio. A saúde acima de tudo.
    E os meus segredos para todas estas mudanças? Bem, há muitos...mas este é o principal:
    Vocês sabiam, certo?
    Fico por aqui. A todas aquelas que estão a começar agora...muita força, e nunca desistam! As mudanças levam tempo, e quando escrever a parte 2 deste testemunho, vou sentir o mesmo, mas...recompensam, e valem a pena!

    Beijinho e boa semana!

    12 comentários:

    1. nossa,que lindo,parabéns pelo desempenho,e pela conquista.......

      ResponderEliminar
    2. Muitos parabéns por tudo o que conseguiste, o importante afinal de contas é sentires-te bem contigo propria, e aprendeste um novo estilo de vida :D
      O importante é não desistir, e tu não desistes :D
      deixaste-me foi a pensar, detox weetabix? que é isso? :o

      R: O lançamento deve ser igual para ti..devem de estar no bodypump 86 :D, eu achei puxado porque (além de ter as pernas doridas dos treinos passados) não fazia o bodypump a 3 meses, fazia outro tipo de pump noutro ginásio porque não estudo na madeira, e as aulas de lá não pertencem a les mills :p

      ResponderEliminar
    3. Parabéns por suas conquistas, Rita. É interessante ver suas modificações de hábitos. Espero que meus "maus hábitos" tbm deixem de existir naturalmente.

      Abraços e um excelente final de semana

      ResponderEliminar
    4. Ès realmente uma inspiração para mim :)
      Parabéns por todas as tuas conquistas!
      Beijinhos***

      ResponderEliminar
    5. Rita, estás imparaveeeel!
      Fico muito contente que ja te sintas bem com o corpo que tens !! Vives bem com o que és , isso é tao booom :) Só boas noticias, ainda bem que expuseste as tuas mudanças para mais pessoas se sentirem capazes de mudar tambem.
      Com tempo e força de vontade podemos sempre melhorar a nossa vida :) és a prova disso.

      Forçaaa querida********

      ResponderEliminar
    6. Acho que melhores progressos que estes não poderias ter feito. Partilho contigo o livrar das compulsões alimentares e o de pensar só nas calorias. O que importa é sermos saudáveis e sem dúvida que estás de parabéns nesse aspecto.
      Continua, és uma inspiração Rita :) beijinho.

      ResponderEliminar
    7. Sua análise é profunda e maravilhosa Rita!!! Parabéns por seu progresso e por sua conscientização, pois só de saber que o processo não tem milagres e sim bastante trabalho, já é uma grande coisa!!! Fiquei muito feliz por te ler e por ver que é possível mudar!!! Mais sucesso pra vc e parabéns pelas suas conquistas!!! Emocionante!!! Um bjo

      ResponderEliminar
    8. amei seu post com as mudanças!!!!!!!!
      vc é um exemplo para todas nós!!!!
      está de parabens!!!!!!
      bjos

      ResponderEliminar
    9. R: sim, ja fiz com soja, e não deu resultado pelo menos para mim xD

      ResponderEliminar
    10. Adorei este post. Sinceramente Rita! Adoro ver pessoas de bem com o corpo, que se esforçaram mas não caíram em exageros. Adoro ver esta motivação. Pareces uma pessoa muito querida, muito saudável mentalmente, muito realista e espero mesmo que te mantenhas assim. Não te conheço pessoalmente mas gosto muito do que te leio. Continua!

      Beijinhos querida*

      ResponderEliminar
    11. Que post lindo lindo lindo, a sério, que testemunho fantástico a sério :)! espero que muita gente mesmo leia o que escreveste!
      Parabéns!
      beijinho*

      ResponderEliminar
    12. Ei Rita muito obrigado pelas visitinhas e pelos conselhos :) Parabéns pela determinação e força de vontade... Estou vendo a casa dos 58 kg com mta frequência mas pretendo descer para onde não deveria ter saído os 57 kg Beijinhos :)

      ResponderEliminar

    Gosto muito dos vossos comentários! O vosso apoio é importante para mim ;)