domingo, 3 de fevereiro de 2013

De regresso! E...58,8 Kg.

Olá meninas!

Após 5 dias maravilhosos (mas extremamente frios!), regressei ontem à noite de Veneza. Veneza é uma cidade linda, vibrante, repleta de cultura, parada no tempo. Ao passear pelas ruas cercadas de canais onde circulam barcos diversos, incluindo as conhecidas gondolas, temos a sensação de que nada mudou desde o século XVII: os caminhos mantêm um ar tradicional, os palácios e as casas continuam com uma arquitectura antiga e muito bem preservada e a cidade tem um ambiente de confraternização nunca antes visto, com milhares de pessoas a circular pelas ruas, das quais muitas vendedores. Apenas as lojas recentes (de moda, de restauração, de comércio tradicional) e a afluente de turistas internacionais nos revelam que já estamos no século XXI. Os preços também nos ajudam a situar-nos no tempo: apesar de ser muito viajada, nunca tinha estado numa cidade tão cara. Um café expresso pode chegar aos 6,50 euros (embora o normal seja 2-3 euros), uma caixa de bolachas ronda 1,50 euros, uma caixa de pastilhas sem açúcar anda nos 2 euros. Isto para não falar que nos restaurantes somos "obrigados" a pagar couvert (mesmo sem consumir) ou/e servicio, que inclui o uso das casas de banho, azeite e vinagre, guardanapos...enfim, ridículo! Comendo muito pouco num restaurante (um primi ou secondi prato com uma bebida) não sai por menos de 15 euros, devido a estas gorjetas exorbitantes que somos obrigados a pagar. Um mísero acompanhamento de legumes pode chegar aos 5 euros (sim, porque o prato não traz acompanhamento). No entanto, tudo compensa. A cidade é única devido à originalidade dos canais com água do mar Adriático, de um azul intenso, e a sua riqueza histórica, sobretudo religiosa, merece uma visita. Apesar do frio que me congelava pés e mãos e dos preços que me arrepiavam do pescoço ao cimo da cabeça, adorei. Foi inesquecível. Espero poder mostrar-vos algumas das minhas fotos em breve, assim que o meu namorado as passar para o computador. 

Quanto a dieta e actividade física...eu não fui perfeita. Embora os restaurantes venezianos fossem caros e acabasse muitas vezes por comer um prato só de proteína (os acompanhamentos pagam-se), nem sempre escolhia o melhor: houve dois dias seguidos de calamares fritos; um dia de presunto de Parma com crostini e alguns cocktais alcoólicos (os famosos limoncello e os spritz, que adoro). No entanto, evitei todas as massas e as pizzas (nem lhes toquei!); não comi nenhuma sobremesa; controlei-me ao pequeno-almoço bebendo o meu leite de soja com café e tostas com Nutella (não havia fiambre!) apesar de as donas do B&B nos servirem enormes croissants cheios de doce e açúcar e lanchava somente bolachinhas e tostas que sobravam do pequeno-almoço. Também não fiz a actividade física do costume, mas fartei-me de andar: pelos meus cálculos, foram cerca de 2 horas por dia a usar os pés, com a agravante de estar um frio de rachar. O resultado final da mistura de auto-controlo com o prazer das férias? 58,8 Kg. Nem uma grama a mais, 200 gramas a menos. E é assim que embora podendo estar mais magra, também não fiquei insatisfeita com o resultado: tenho consciência de que me sacrifiquei em alguns momentos, mas outros houve em que aproveitei bem a comida, sem pensar. Estou no bom caminho, o que foi confirmado pelo almoço de aniversário num restaurante chinês que (já) tive hoje: fiquei-me pelo frango frito com amêndoas (paixão!) mas só com salada temperada com soja, e não toquei no brigadeiro de chocolate. 

E agora, já amanhã, tenho de regressar à vida de todos os dias. Voltar a trabalhar na tese; ir às aulas na faculdade e outros workshops; ir às aulas de natação e Body Balance/Pump no ginásio e finalmente, continuar com o auto-controlo combinado com o prazer de comer o que gosto. Tarefa fácil para quem sobreviveu 5 dias em Itália, sem engordar. 

 

Fico por aqui, mais novidades irão aparecendo. Um beijinho a todas!

8 comentários:

  1. Ai meu Deus, que sonho essa viagem *-*
    Quando saímos da rotina, aparecem alguns caminhos tortuosos mesmo menina... don't worry! hahahah

    Beijos querida,
    http://me-miras.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. Oi minha querida! Eu falei pra não se preocupar, namorar emagrece! hehehehe! Imagino o quanto deve ter sido maravilhosa essa experiencia! Oh Invejinha boa! Menina cidade Turística é o caos mesmo, lembrei de Paris. Como eu gastei! Qualquer coisa o olho da cara, mas aproveitei bastante. O jeito é fechar os olhos e aproveitar, não tem jeito. Viajar e gastar muito andam de mãos dadas.

    Fico feliz por você ter aproveitado! Beijinhos!

    ResponderEliminar
  3. Um dia ainda ei de fazer viagens lindas dessas, mas enquanto não dá resta-me sonhar ao ler as tuas descrições =)
    Fico feliz em saber que conseguiste equilibrar a diversão com a dieta e ainda vieste mais magra, parabéns! Afinal se queremos ser magras temos que mudar os hábitos para sempre neh.
    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Querida rita, bom dia!
    Mas valeu as 2hrs de caminhada ok.
    Voltando as atividades normais agora, segue firme.
    bjs.

    ResponderEliminar
  5. Obrigada pelo comentário flor.
    Veneza deve ser linda né? A vantagem de ser
    cara é que acabas não comendo a mais né? rs

    Boa semana!

    ResponderEliminar
  6. veneza deve ser lindo mesmo..um diaquero connehcer todos esses lugares.
    Vamos nos dedicar bastantee com a atividade fisica
    bjao

    ResponderEliminar
  7. Que delicia conhecer um lugar tão lindo!
    E parabéns pela determinação em não voltar mais pesada de lá!

    http://apostoumquilo.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar

Gosto muito dos vossos comentários! O vosso apoio é importante para mim ;)